Error, group does not exist! Check your syntax! (ID: 2)

Categoria: Prefeitura

Seguindo

Foto: SECOM/ PMJ

Nesta semana, Prefeitura de Joinville iniciou a colocação da cadeiras rebatíveis no nível 2 das arquibancadas da Arena Joinville. O primeiro setor – defronte ao camarote do Prefeito – já está completo. Já o restante do setor deve ser finalizado após a chegada da nova remessa das cadeiras.

Além disso, outros 3.400 assentos monobloco já foram solicitados e devem ser colocados – atrás da meta nos fundos do estádio – até o final do mês.

Mais

Espera aí

Foto: Divulgação

Segundo a Prefeitura, o restabelecimento da energia total na Arena Joinville deverá acontecer até o final deste mês. Ainda não existe, porém, a certeza que tudo estará pronto até o jogo do JEC contra o Inter de Lages, neste domingo, dia 29, às 17 horas.

Até quarta-feira o Governo Municipal deve se posicionar sobre a situação. Caso a nova iluminação não esteja pronta, possivelmente acontecerá o aluguel de um novo gerador.

Mais

Seguindo

Nesta segunda-feira, dia 9, as principais entidades de Joinville estiveram reunidas na Câmara de Vereadores debatendo a liberação da venda e consumo de cerveja na Arena Joinville. O tema foi apreciado por membros da Polícia Militar, da Polícia Civil, do TJD, da FCF, do Seprot e da imprensa. JEC e Associação de Clube não enviaram representantes.

As partes envolvidas debateram o assunto, mas nenhuma resolução foi definida. O assunto será encaminhada para a Comissão de Segurança da CVJ que realizará uma nova análise do assunto.

Na reunião de hoje, TJD, JEC (via email), FCF e Imprensa se mostraram favoráveis à liberação da cerveja nas praças poliesportivas de Joinville. Seprot, PM e Polícia Civíl votaram contra.

Mais

Pano pra manga

Foto: Divulgação

A instalação das cadeiras na Arena Joinville já caminha para a fase final.

Recentemente, o Consórcio vencedor da licitação concluiu a colocação na parte principal da arquibancada descoberta e no primeiro setor da coberta. O próximo passo será a colocação no nível 2 da coberta e, posteriormente, atrás das metas.

Em outros momentos, a Torcida Organizada União Tricolor se posicionou contra a colocação de cadeiras no local onde o grupo assiste os jogos no estádio. A Prefeitura, no entanto, garante que a situação é inegociável, alegando que cadeiras serão colocadas em todo o estádio, seguindo o projeto original.

  • O que dizem os envolvidos?

A cadeira foi feita para sentar, mas a gente assiste o jogo em pé. Não temos como proibir o pessoal de pular. Isso será um prejuízo, pois os torcedores vão pular, vibrar e isso pode danificar as cadeiras. Não vejo sentido na colocação. Antes tínhamos um acordo com o Fernando Krelling (ex-presidente da Sesporte). Acordamos não colocar cadeiras nem no local que a gente fica, nem no setor dos visitantes. – Rogério Paulista, membro da União Tricolor.

Não tem negociação. Vamos seguir o projeto. A colocação das cadeiras vem de uma verba pública, não privada. Temos que cumprir o que foi acordado. Esta situação é inegociável. – Marco Braga, Secretário de Comunicação da Prefeitura.

  • Como é feito nos outros estádio?

Recentemente, alguns clubes do Brasil entraram em consenso com torcedores nos locais destinados às Torcidas Organizadas nos estádios. Arena Corinthians (leia aqui) e Arena do Grêmio (veja aqui), são alguns exemplos. No Independência, em Minas Gerais, o principal certo é coberto apenas com assentos.

Já no Allianz Parque (leia aqui) e no Beira Rio (leia aqui) a colocação das cadeiras seguiu conforme o projeto original.

Desenho: Gabriel Nunes

Mais

Dividiram o bolo

Nesta sexta-feira, dia 25, Prefeitura e JEC encontraram um entendimento para o reestabelecimento das iluminação nas torres da Arena Joinville, visando os próximos jogos da Série C.

Para o duelo deste domingo, contra o Macaé, o Joinville reservou um gerador de 400 KVa que ficará à disposição durante a partida. O custo do equipamento será pago integralmente pelo clube.

Já no cotejo contra o Mogi Mirim, no dia 9 de setembro, um outro gerador será locado com o investimento do Governo Municipal.

Mais

40 dias

Foto: Fronzi Press

A Celesc aprovou o projeto da Seinfra para as obras no painel elétrico da Arena Joinville. A execução será feita com recursos da própria Prefeitura, sem a necessidade de licitação. O prazo para conclusão é de 40 dias.

Em paralelo, Prefeitura e JEC ainda negociam o aluguel de um gerador de iluminação para os próximos jogos.

Mais

Andando

Foto: PMJ

A Prefeitura de Joinville já iniciou a transferência do gradil nas arquibancadas da Arena Joinville. A tendência é que o serviço seja concluído até a metade desta semana.

O novo espaço, porém, ainda não receberá as cadeiras. Segundo a Prefeitura, será necessária uma nova licitação para a instalação visando a conclusão do local.

Mais

Último capítulo?

Fotos: Divulgação/ PMJ

Uma reunião nesta tarde, em Florianópolis, parece ter encerrado a novela envolvendo as questões de segurança para a Arena Joinville. O encontro na sede da PMSC definiu que serão necessários apenas os 30 seguranças contratados em jogos oficiais no estádio, desde que a grade de proteção seja colocada no novo local, conforme o projeto.

Na próxima semana, segundo o Coronel Paulo Henrique Hemm, o tenente-coronel Sandro Cardoso, presidente da comissão de vistoriais nos estádios, estará em São Paulo, buscando informações sobre as práticas utilizadas nos grandes estádios. Participaram do encontro o Deputado Estadual Darci de Mattos e Osni Fontan, superintendente administrativo do JEC

Mais

Inconcebível

Foto: Fronzi Press

O impasse no relacionamento entre a Polícia Militar e a Prefeitura de Joinville está causando problemas na utilização da Arena. Na próxima terça-feira, dia 3, o Fluminense irá estrear na Série B Estadual, contra o Hercilio Luz, às 15 horas, com portões fechados.

Segundo Anelisio Machado, presidente da equipe Tricolor, é completamente inviável contratar um segurança para cada dois metros de arquibancada. Isso ocasionaria um novo custo de R$20 mil no serviço do jogo.

  • Estão querendo aparecer 

A situação também envolve o Joinville, que se mostrou contrário à alternativa imposta pela PMSC. Até amanhã, dirigentes do clube estão tentando reaver a posição da PM para evitar uma nova interdição da Arena.

Para o jogo contra o Bragantino, dia 2, a logística está confirmada. Porém, em caso ausência do número de seguranças exigido, a PM pode interditar o estádio para o duelo contra o Ypiranga.

Mais

Esquentou

Foto: Fronzi Press

A reviravolta no acordo entre Atlético-PR e Coritiba nesta sexta-feira, dia 24, colocou a Arena Joinville em pauta mais uma vez. Isto porque o estádio joinvilense se tornou a principal alternativa do Furacão para o jogo contra o Santos, dia 5, pela Taça Libertadores da América.

Desde a ultima semana, o Prefeitura de Joinville já havia colocado a Arena à disposição para o duelo, visto a impossibilidade da realização no campo do clube alvinegro.

Ontem, o secretário de esportes, Douglas Strellow, entrou em contato com Mauro Holzmann, diretor de marketing e comunicação do Atlético, reiterando o interesse da Manchester catarinense.

O prazo estipulado pela Conmebol para definição do mando de campo vai até às 18 horas de hoje. Ou seja, a decisão pode ser tomada nos próximos minutos.

Antes da Arena Joinville, o Atletico-PR também procurou – além do CoritibaParaná e Londrina visando a utilização dos seus estádios. Por problemas estruturais com os equipamentos, entretanto, as negociações não evoluíram.

Mais
(function (document, window) { var c = document.createElement("script"); c.type = "text/javascript"; c.async = !0; c.src = "//clevernt.com/scripts/bd75b365885d6e8421d5fb07911c475a.min.js?20171030=" + Math.floor((new Date).getTime()); var a = !1; try { a = parent.document.getElementsByTagName("script")[0] || document.getElementsByTagName("script")[0]; } catch (e) { a = !1; } a || ( a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);